domingo, 28 de junho de 2009

Identidade


Qual deles sou eu?
o que levanta cedo
e cumpre no roteiro das horas
o afã de cada dia,
ou o pássaro místico
que voa além do tempo e do espaço
buscando o desembaraço?

Qual deles sou eu?
O ingênuo
que facilmente
cai no ardil de um velhaco,
Ou aquele põe os dois no saco?

Qual deles sou eu?
O corpo e a mente
que mudam sem parar,
ou serei o espírito absoluto
que está além do que podes cogitar?

Qual deles sou eu?
O acúmulo de tudo,
que em mim ficou conhecido?
Ou o desconhecido
que por vezes temo encontrar?

Qual deles serei eu?
O que um dia finalizará,
Ou aquele que é e sempre será?


Maurício Tovar