domingo, 28 de junho de 2009

Identidade


Qual deles sou eu?
o que levanta cedo
e cumpre no roteiro das horas
o afã de cada dia,
ou o pássaro místico
que voa além do tempo e do espaço
buscando o desembaraço?

Qual deles sou eu?
O ingênuo
que facilmente
cai no ardil de um velhaco,
Ou aquele põe os dois no saco?

Qual deles sou eu?
O corpo e a mente
que mudam sem parar,
ou serei o espírito absoluto
que está além do que podes cogitar?

Qual deles sou eu?
O acúmulo de tudo,
que em mim ficou conhecido?
Ou o desconhecido
que por vezes temo encontrar?

Qual deles serei eu?
O que um dia finalizará,
Ou aquele que é e sempre será?


Maurício Tovar

3 comentários:

Fábio Coelho disse...

Qual deles sou eu?
O acúmulo de tudo
que em mim ficou conhecido?
Ou o desconhecido
que por vezes temo encontrar?

foi a que eu mais gostei
é tao normal essas paranóias de identidade, até porque o verbo ser é apenas um conceito meu amigo!
falou, nunca pare de escrever brode!
agente tem que deixar marcas nesse mundo!

Pr. Cris disse...

Muito bom seu blog irmão..
Depois de ter assistido od dois filmes tive que tirar o chapéu para os dois.
Gostei muito da temática do seu blog...
Ah.. volte sempre no meu porque sempre estarei n seu..
Abração

simplesmente curando disse...

Mandou bem hein garoto!!!Adorei...