quinta-feira, 20 de maio de 2010

Você por perto


Passei muito tempo pensando em ti,
querendo te dizer a verdade,
mas por medo ou imaturidade,
não demonstrei o que senti.

Linda, meiga, sensível,
merecedora de todo o amor do mundo.
Mas para esse mero vagabundo,
esse amor não se fez plausível.

Ao meu lado, entre os poucos luares,
captei novas mensagens.
Aprendi contigo a lançar novos olhares
sobre as mesmas velhas paisagens.

Eu não quis te querer,
mas adoro sua companhia,
e ainda tenho algo a oferecer.
Em amizade, o prazer da nostalgia

É bom sentir o certo,
e criar pra nós, um novo universo.
E ,a Deus, tudo o que peço
é pra ter você por perto.



Maurício Tovar Junior

terça-feira, 18 de maio de 2010

Por entre os dedos



Da conversa social,
a mera opinião.
Do diferente alcance, potencial,
a discussão.

De um dia,
a experiência.

De uma vida,
a sobrevivência.

Da "ciência",
a inconsciência,
o medo, o plano sem consistência...

A ignorância!

Da verdade?
...
A distância!

Da mentira, os medos.
E a vida
escapando por entre os dedos.

Da verdadeira felicidade, dos verdadeiros sentimentos,
apenas arrependimentos.

E na morte sentenciada,
vê-se a falta que faz

a mente silenciada,
e o verdadeiro caminho da paz!



Maurício Tovar Junior

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Aceito você na minha vida




Você, que sempre foi o meu porto seguro
Que sempre foi uma fuga, uma saída
Era a única luz que se via brilhar do meu lado mais escuro,
Já tomou parte da minha vida

Esperança, assim, da tua cor
É o que me resta sentir
Pois agora, daquele amor,
Já não preciso mais fugir

Me serve, me guia, me estende uma mão amiga
Me faz rir, me tranqüiliza
E o teu sopro nublado é o que abriga
O suave embalo da brisa

Sempre vistosa, eternamente na moda
Findou a era do pranto, a vida bucólica
Conquistou a todos que estavam na roda,
Como o prazer de uma sobriedade alcoólica

Viva a paz, viva o amor
E que o filme que está em cartaz
não me traga mais nenhuma dor.


Maurício Tovar Junior