quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Amar-te


Fico louco quando você me arranha,
o teu olhar já me hipnotiza,
me enche de amor, desejo e manha.
Sobre o meu, o teu corpo desliza.

Teus cabelos soltos, como rebeldes em fuga,
inspirados pelo meu compasso
enquanto você me suga
pra dentro do teu espaço.

Vejo estrelas brilharem,
vejo o teu sorriso,
teus olhos grandes que abrem
os portões do paraíso.

Ah, saudade...
Vem no momento em que você parte,
e não há maior verdade...
Amo poder amar-te!

Nenhum comentário: