quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Falando de Amor



Tentei em vão, falar a ti sobre o amor,
dizer que ele desfaz contendas,
que dá sentido ao trivial e não exige oferendas.

Que caminha só e coletivamente,
aniquilando orgulho e a vaidade,
porque é o conjugue mais próximo da verdade.

Na humana cena ,
mostrou-me todo o esplendor,
como aquele, manifestado no Cristo Redentor.
Tu não ouviste a minha "tagarelice".
Não tem importância,
O amor agora falará por mim.



Maurício Tovar

Nenhum comentário: