sábado, 28 de setembro de 2013



Do primeiro contato fez-se o pacto
E da união, fez-se impacto

Logo cedo fez-se o medo
E junto dele, o segredo

Quando já não mais...fez-se o pranto
E sem a paz, morreu o encanto.


Do amor, fez-se apenas a dó
E do antigo laço, fez-se um nó

E quando o sentimento se fez ação
Se fez necessária a retaliação

Quando já não mais...fez-se harmonia
E sem a guerra, renasceu a alegria.

Nenhum comentário: