segunda-feira, 8 de junho de 2015

Forasteiro

Vaga pela noite desnuda
Sem senso de humor e de norte.
Entre outros cães,barganha ajuda
Entre os lobos, conta com a sorte

Lágrimas no lensol
Nervos trêmulos e dedos tortos
num frigir da mente e dos corpos
Descarregando sussurros e cortisol

Alma atônita e desiludida,
Sem razão no peito ou emoções em pensamento.
Colhe nos becos, o beco sem saída.

Sem vida, sem honras ou sacramento.




Maurício Tovar Junior